Dieta ou Estilo de Vida?

 

A primeira vista o vegetarianismo é percebido apenas como um tipo de dieta e  a partir deste ponto de vista remete a sensação  de restrição, de proibição alimentar muito grande. Porém ao adotar esta dieta, independente do motivo inicial, uma gama maior de alimentos e formas de preparo são incluídas na dieta e, naturalmente, ocorrem uma série reflexões e novos hábitos são incorporados as demais áreas da vida, como formas de lidar com as pessoas, estresse, formas de vestir e consumir.

TIPOS DE VEGETARIANISMO:

 

  • Ovolactovegetariano: vegetariano que utiliza ovos, leite e derivados na alimentação;

 

  • Lactovegetariano: vegetariano que NÃO utiliza ovos, mas consome leite e derivados na alimentação;

 

  • Ovovegetariano: vegetariano que utiliza ovos, mas NÃO consome leite e derivados na alimentação;

 

  • Vegetariano estrito:  vegetariano que não consome nenhum derivado de animal na sua alimentação (carnes, leites, queijos, iogures, ovos, mel, corante conchonilha, etc);

 

  • Vegano: é o vegetariano estrito  que recusa também o uso de componentes animais em produtos não alimentícios, como roupas e calçados de couro, lã, seda, etc e produtos que sejam testados em animais.

 

MOTIVOS que levam as pessoas a adotarem o vegetarianismo (alguns):

 

  • Ética animal: É o princípio que os animais também são seres sencientes, ou seja, sentem dor e sofrem. Então além de não comer carne, a pessoa não aceita ser conivente com o uso de animais para extração de pele, leite, para testes de produtos ou para diversão (circos, parques); 

 

  • Meio Ambiente: O sistema de produção de carnes para o consumo humano é um dos maiores sistemas de impacto negativo ao meio ambiente, seja pelo desmatamento, erosão de solos, contaminação de mananciais aquíferos e emissão de gases do efeito estufa;

 

  • Saúde: A dieta vegetariana, pode não ser necessariamente uma dieta saudável dependo do motivo pelo qual foi adotada. Porém na populção vegetariana encontra-se uma maior preocupação com a qualidade da dieta e em muitos estudos com são encontrados menores riscos e incidência de doenças cardiovasculares, intestinais, hipertensão arterial, diabetes e diversos tipos de câncer.

 

  • Filosóficas: Algumas doutrinas ou filosofias (Indianas, por exemplo) adotam o vegetarianismo pela questão energética do consumo da carne. 

OUTRAS LINHAS DE ALIMENTAÇÃO:

 

- Macrobiótica

- Crudivorismo

- Frugivorismo

- Alimentação Viva

VEGETARIANISMO

Acompanhe pelas redes sociais

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle